NEWS FACILITA BLOG

E agora a SELIC a 7%! O menor nível da historia! Isso é bom ou ruim?

Como previsto pelo mercado, o Banco Central reduziu na noite de ontem a Selic (taxa básica de juros da economia) em 0,50 ponto percentual, atingindo os aguardados 7% ao ano. Desde setembro, quando a Selic caiu para 8,25% ao ano, a nova regra de cálculo do rendimento da poupança foi acionada.


O rendimento hoje, que já não era bom, a partir de então fica pior, vamos compreender.

A rentabilidade da poupança está em 70% da Selic, mais a Taxa Referencial (TR). Com a taxa a 7% ao ano, o rendimento da caderneta fica em 4,9% ao ano, mais TR. Porém, como o mercado espera uma taxa de juros ainda menor para o próximo ano, e pelo que tudo indica isto se tornará uma realidade, estima-se então que a Selic possa chegar a 6,75% logo no início do novo ano.

O Cenário que temos é o de uma poupança rendendo cada vez menos.

A poupança sempre foi e ainda é muito utilizada pelos brasileiros por sua facilidade e simplicidade de suas aplicações e resgates, também pelo baixo risco. Além disso, a movimentação é livre de impostos e os créditos são imediatos e basicamente automáticos em conta corrente qual o investidor mantem junto ao seu banco.


Embora atualmente a aplicação em poupança supere a inflação, a caderneta não rende tanto quanto outras aplicações de renda fixa que também são seguras.


Como nós da FACILITA INVESTE sabemos que você deseja evitar que o valor do seu dinheiro seja corroído ao longo do tempo, deve então procurar investimentos com melhores rendimentos. A boa notícia é que existem muitas alternativas de investimentos, melhores e de fácil acesso, aplicação e resgates com a mesma facilidade de uma poupança e pasmem!, com uma rentabilidade muito melhor.

Pergunte-nos como, estamos aqui para ajudá-lo.

Abordaremos algumas a seguir.

Quer ajuda para investir melhor?

Conheça a FACILITA INVESTE !

Como fica então o rendimento da poupança hoje?


Como já dito aqui anteriormente no dia 6 de dezembro, a Selic ficou definida em 7% ao ano. Esta é considerada a taxa mínima histórica desde a criação do Plano Real.


Assim, como a Selic está menor que 8,5% ao ano, a poupança passa a render 70% da Selic mais a TR (taxa referencial). Isso significa em torno de 4,9% ao ano.

Vale lembrar que a taxa básica de juros é definida a cada 45 dias pelo Comitê de Política Monetária (COPOM ), do Banco Central.


Para exemplificar e entendemos melhor, vamos a um exercício simples: Quem investiu R$ 1.000,00 na poupança em 30 de setembro de 2016, chegou a 30 de setembro de 2017 com R$ 1.067,90, um retorno de 6,79%, segundo a Calculadora do Cidadão, recurso disponível na página do Banco Central.

O rendimento da poupança nesse período ficou quatro pontos percentuais acima da inflação do período, que foi de 2,54% nos últimos 12 meses até setembro, segundo o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo). O IPCA é calculado pelo IBGE e é referência oficial para a inflação brasileira.

Apesar da poupança estar superando a inflação, isso não significa que você possa ficar confortável ao deixar seu dinheiro lá, por uma questão muito simples, existem outros investimentos muito melhores do que a poupança. Com toda a certeza você pode fazer muitos outros investimentos igualmente seguros e que rendem muito mais do que a poupança.

Vamos para alguns outros exemplos:


Vamos compreender antes de mais nada como o rendimento da poupança é calculado, isso é importante!

As regras de rendimento da poupança foram alteradas em 4 de maio de 2012 pelo governo da presidente Dilma Rousseff, portanto, para depósitos feitos desde essa data, o investidor deve prestar muita atenção na taxa Selic. São duas as regras de cálculo, conforme veremos na imagem abaixo:

Em resumo:

  • Quando a taxa de juros estiver acima de 8,5% ao ano, o rendimento da poupança será fixo: 0,5% ao mês mais a TR, isto definido em 2012

  • Quando a taxa de juros estiver abaixo ou igual a 8,5% ao ano, a poupança rende 70% da Selic mais a TR.

A TR é uma taxa calculada pela média de rendimento dos Certificados de Depósitos Bancários (CDBs) de 30 dias, que são negociados a taxas pré-fixadas entre os maiores bancos do país.

Inflação e como este vilão afeta seu dinheiro

Inflação pode ser definida como o aumento geral de preços de forma persistente em um determinado período de tempo. Ou seja, se há inflação é porque os preços de bens de consumo e serviços aumentaram e você terá que pagar mais para conseguir comprar a mesma quantidade de bens e ter acesso ao mesmo serviço -- seu poder de compra fica menor, isto nos parece simples de compreender.

A inflação atinge produtos básicos (como alimentação e bebidas), afeta o custo de habitação, vestuário, transporte, saúde e educação, além de outros itens, dependendo do índice que é medido.

Como disse no enunciado, nos últimos anos a inflação alta foi a grande vilã dos nossos investimentos, pois a caderneta não estava superando nem a inflação. Mas hoje​ o quadro é diferente, porém não melhor: o rendimento da poupança está ruim porque ela passa a render somente 70% da Selic mais a TR. Agora, em nenhum cenário a poupança rende mais do que um Tesouro Selic, por exemplo. Caso a explicação esteja confusa não hesite em nos ligar.

Para isto possuímos várias alternativas de investimentos

Investir em aplicações que rendem mais que a poupança não é nem um pouco complicado, porém é muito importante, antes de fazer qualquer investimento, pensar qual é o seu objetivo, prazo e expectativas para o dinheiro que você quer investir.

Se você precisar, por exemplo, resgatar a qualquer momento o valor aplicado, uma opção acessível são os fundos de renda fixa com liquidez diária, nos quais é possível sacar o dinheiro aplicado a qualquer momento em que você necessitar, apenas fazemos uma observação, desde que o mesmo tenha taxa de administração menor que 1% ao ano.

Já para um montante que seria uma reserva de emergência, pode ser aplicado no Tesouro Direto, CDBs de bancos médios ou mesmo em fundos podem também ser uma alternativa para estas aplicações, nesses casos, se você precisar do dinheiro de volta, vai conseguir o resgate em um ou dois dias úteis, fique atento a essas regras particulares de cada modalidade de fundo de investimentos.

Agora, veja abaixo uma comparação de rentabilidade da poupança com alguns outros investimentos em renda fixa. A simulação foi feita considerando a Selic em 7,5% ao ano e TR zerada, apenas para efeito de comparação. Veja como é importante estar atento a taxa de administração.




E não vá me dizer que você nunca prestou atenção a esse detalhe, pois, muito provavelmente o seu banco, esse mesmo que você possui conta corrente, que propõe sempre um fundo “bom”, cobra de você uma taxa de administração variando de 3% a 4%. Assustador, não é?

Poupança X Fundos DI​

Poupança X CDB, Tesouro Selic e uma Carteira Diversificada

Quais as premissas e critérios que utilizamos nesta simulação:

-Selic: 7% ao ano. -TR​: 0% ao ano.

-Imposto de Renda: tabela regressiva (alíquota de 22,5% ao ano para até 6 meses, 20% ao ano de 6 a 12 meses, 17,5% ao ano de 12 a 24 meses, 15% ao ano acima de 24 meses)., conforme tabela vigente.

-Os valores obtidos acima já estão totalmente líquidos, descontados de Imposto de Renda e taxas de administração e custódia (exceto a poupança, que é completamente isenta de Imposto de Renda).

-Para Tesouro Direto, consideramos investimentos em corretoras que não cobram taxas além da taxa de custódia de 0,3% ao ano da CBLC.

-Assumimos o mesmo valor para a taxa DI e a Selic, mas vale destacar que no mercado existe uma pequena diferença entre as duas taxas.

É muito importante dizer para você que, agora com a queda dos juros e a possibilidade de continuidade desta queda, fica mais importante o investidor buscar fazer a diversificação dos seus investimentos e não apostar suas fichas em apenas um tipo um produto. Hoje em dia já existem assessores de investimento que vão orientar você em suas dúvidas e auxilia-lo em seus investimentos, como a própria FACILITA INVESTE, que atendem investidores de qualquer perfil, com praticidade e por um custo muito baixo.

Conte sempre com nossa ajuda!

O mercado financeiro brasileiro, com certeza gera muitas dúvidas. Provavelmente se você não trabalha no mercado financeiro ou nunca trabalhou, não possui familiaridade com os produtos do mercado financeiro, escolher onde e como investir o seu dinheiro pode se tornar uma atividade extremamente desgastante e até complexa. Ainda existe grande chance de você ficar com dúvidas se está fazendo um bom investimento, aplicando no produto correto, na instituição correta.

A FACILITA INVESTE é um Agente Autônomo de Investimento, que ajuda dezenas de pessoas como você a encontrar o melhor caminho para aplicar seu dinheiro, tornando a experiência de investir em algo descomplicado, seguro e agradável. Após conhecer seu perfil de risco, poderemos orientar você em seus investimentos, customizando tudo para você, com uma seleção de investimentos diversificados com intuito de limitar o risco e maximizar a sua rentabilidade.

Nosso time faz o monitoramento constante de vários produtos oferecidos pelos nossos parceiros, garantindo que estes produtos estejam sempre adequados ao seu planejamento. Além disso, nossa plataforma permitirá que você acompanhe a evolução de todos os seus investimentos a qualquer momento.


Ainda possui alguma dúvida sobre a poupança e melhores alternativas de investimento? Entre em contato com a gente!


011 2050-8999 contato@facilitainveste.com.br

Bons negócios.

FACILITA INVESTE


Featured Posts